quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Chocolate no verão? aliás, será chocolate mesmo?

Um dia de estes muito quentes, com  30 ° C aproximadamente, muito caracteristico do verão, eu estava sentada no trem em São Paulo, eram as 11 da manha e de pronto começo a ver alguns vendedores oferecendo barras de chocolate. Tinha chokito, prestigio e chocolate ao leite ...os passageiros começaram a olhar, pensar, olhar, pensar e logo logo já estavam pedindo um. Sentados na minha frente tinha toda uma família comendo o delicioso chocolate, sem saber ou ter alguma ideia o que isto ia fazer no seus corpos físicos nesse preciso momento.


Antes de começar a falar no comentário da família no trem  vou falar de forma resumida  da história deste sagrado e super alimento ancestral e porque é tão importante a forma de como devemos consumir ele.

O chocolate foi criado pelas civilizações antigas na América central. No México, eles já usavam as sementes de cacau para elaborar uma bebida a base de cacau e especiarias, que teria alguns poderes afrodisíacos e de saúde. Mais foi até alguns séculos mais tarde que os europeus adicionaram alguns ingredientes como leite e açúcar para deixar ele mais gostoso ao paladar, reduzindo ou eliminando lamentavelmente as excelentes propriedades que ele apresentava.





O cacau, que é a base para a fabricação do chocolate contem  muitas sustâncias que são benéficas para o nosso corpo:

- Teobromina: Estimula o sistema nervoso e tem propriedades vasodilatadoras, ou seja, melhora a circulação do coração e ajuda na recuperação de doenças como arritmia, hipertensão arterial e doenças coronárias.
- Magnésio: Sendo um dos principais alimentos que o contem, e ótimo para o coração e as artérias. Também aumenta o funcionamento das neuronas no cérebro dando claridade mental e concentração.
- Feniletilamina: Provoca sensação de enamoramento e ternura, vigilância e capacidade de concentração.
- Anandamida: Sensações de excitação e alerta. também ajuda na implantação do embrião no útero, actúa na memoria e no sono. E interessante mencionar que o nome vem do sânscrito "ananda" que significa "extasis" ou "beatitude interior" e também Ananda foi o nome do discípulo predileto de Buda.
- Flavonóides: Composto anti oxidante que absorve e neutraliza os radicais livres, que são os que ocasionam o desgaste dos tecidos e envelhecimento celular.
- Manteiga de cacau: E uma gordura neutra, que não aumenta nem diminui o colesterol. Usase popularmente para combater o problema de pele ressecada.
- Acido oxálico: este é um inconveniente porque pode interferir na absorção de alguns minerais e também pode aumentar a formação de cálculos renais. No caso da interferencia com outros minerais, e melhor consumir o chocolate sozinho.


Nos dias de hoje, a maioria dos produtos que são vendidos como "chocolate" na verdade não o são. Ele foi totalmente modificado do chocolate original.  
Segundo a  Anvisa (Agencia Nacional de vigilância Sanitária), o chocolate é definido pela seguinte maneira:

Chocolate é o produto preparado com cacau obtido por processo tecnológico adequado e açúcar, podendo conter outras substâncias alimentícias aprovadas.

E também quero ressaltar um ponto muito importante que diz também ao respeito dos ingredientes:

No preparo de qualquer qualidade de chocolate, o cacau correspondente ao tipo deve entrar, no mínimo, na proporção de 32%. O açúcar empregado no seu preparo deve ser normalmente sacarose, podendo ser substituído parcialmente por glicose pura ou lactose. É expressamente proibido adicionar gordura e óleos estranhos à qualquer tipo de chocolate, bem como, a manteiga de cacau. Os chocolates não podem ser adicionados de amidos e féculas estranhas. 

http://www.anvisa.gov.br/legis/resol/12_78_chocolate.htm

Então, agora que vocês sabem o que significa chocolate e que ingredientes não deveria ter, vou mostrar a vocês uma lista dos principais ingredientes que as grandes marcas de chocolate colocam:
Observação: E importante saber que quando a gente lee um rotulo na área dos ingredientes sempre será de maior a menor quantidade.

Açúcar: Na sua grande maioria açúcar sacarose refinada, e só para relembrar os danos que pode ocasionar este tipo de açúcar vai desde o vicio, aumento de tumores, formação de caries, aparição de manchas no corpo, atrapalha a digestão quando é misturada com proteínas e carboidratos, etc.
Cacau: Massa de cacau industrializada, onde sofreu diversos processos físicos de extração da manteiga de cacau e a torta de cacau. A torta de cacau que passará depois por um processo quimico, será usada para elaboração do chocolate. Como esta torta de cacau já não tem quase nada de manteiga de cacau, então as fabricas de "chocolate" adicionam manteiga de cacau...é um pouco ilógico nê? mais e assim como funciona. Agora muitas outras fabricas adicionam Gordura vegetal, que mais adiante passarei a explicar que tipo de gordura eles usam.
Leite em pó integral E importante observar que estudos recentes indicam que a adição de leite ou crema de leite ao chocolate reduz suas propriedades anti oxidantes.
Gordura vegetal: Neste ponto, as industrias não especificam que tipo de gordura vegetal estão usando, o que poderia ser gordura vegetal hidrogenada (Contem gorduras trans), ou semi hidrogenada (Contem gorduras trans), ou gordura de palma (gordura saturada), então, fica no mistério, mais de todas formas, essa gordura nem deveria estar presente nessa barra de chocolate porque um verdadeiro chocolate não tem adição de "gordura vegetal".
Açúcar invertido: Xarope a base de açúcar sacarose que foi tratado quimicamente. E usado para melhorar a textura do chocolate.
Emulsificantes: Aditivos químicos prejudiciais ao organismo para melhorar a mistura do cacau com todos os outros ingredientes  e tenha como resultado uma melhor textura no paladar na hora que é consumido. Ou seja, que derreta quando coloca na boca ou que de uma sensação de "gostoso" na boca.
Aromatizantes: Aditivos químicos prejudiciais ao organismo. Como foi adicionado tanto ingrediente que não tem nada a ver com o cacau, e o processamento com altas temperaturas também modificou o sabor,  é necessário colocar aromas a leite, a chocolate, a baunilha ou outros para melhorar o sabor do chocolate.

Também, gostaria de lhes mostrar com detalhes o que algumas marcas de chocolate colocam nas suas etiquetas:

  • Ao leite: Açúcar, cacau, leite em pó integral, soro de leite em pó, gordura vegetal, gordura anidra de leite, emulsificantes lecitina de soja e ricinoleato de glicerila e aromatizante.
  • Cobertura de chocolate com leite:Açúcar, cacau, leite, gordura vegetal, lactose, emulsificantes lecitina de soja e ricinoleato de glicerila e aromatizante.
  • Chokito: Açúcar, leite condensado, xarope de glicose, cacau, flocos de arroz, leite em pó integral, soro de leite em pó, açúcar invertido, gordura vegetal hidrogenada, sal, umectante glicerol, estabilizantes lecitina de soja e ricinoleato de glicerila, aromatizantes.
  • Prestigio: Açúcar, coco ralado, xarope de glicose, cacau, gordura vegetal, lactose, leite em pó integral, cacau em pó, umectante sorbitol, emulsificantes lecitina de soja e ricinoleato de glicerila, aromatizante.
  • Bombom suflair : Açúcar, cacau, lactose, farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, gordura vegetal, manteiga de cacau, gordura anidra de leite, sal, emulsificantes lecitina de soja e ricinoleato de glicerila e fermento químico bicarbonato de sódio.
  • Bombom Sonho de valsa: Açúcar, gordura vegetal hidrogenada, massa de cacau, farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, soro de leite em pó, manteiga de cacau, castanha de caju, farinha de soja, amendoim, gordura vegetal, leite em pó integral, gordura de manteiga desidratada, leite em pó desnatado, sal, óleo de soja, cacau, extrato de malte, emulsificantes: lecitina de soja e poliglicerol polirricinoleato e fermento químico bicarbonato de sódio e aromatizante.

Tudo bem. Vamos parar por aí porque senão a gente nunca termina. Então, gostaria de analisar junto com vocês qual é o primeiro ingrediente na lista da maioria dos produtos: AÇÚCAR. O segundo e o Cacau e terceiro alguns e xarope de glucose, outros gordura vegetal, outros mais açúcar...
Depois do terceiro ingredientes temos alguns outros como: estabilizantes, gordura anidra de leite, emulsificantes, umectantes, leite em pó, etc, etc, e etc.

Agora sim, voltando ao trem, que bem no comecinho descrevi a situação, vamos na família que estava compartindo o chocolate. O que acontece no verão e que a maioria do tempo tem temperaturas altas, então isso significa que o corpo para se ajustar a essas temperaturas, precisa de ALIMENTOS FRIOS OU DE CARACTERISTICAS REFRESCANTES como agua de coco, suco de uva, consumo de frutas como melão e melancia, saladas verdes e poucas gorduras, carboidratos e frituras. E o que o corpo NÃO precisa nesse momento é de alimentos gordurosos, pesados, de difícil digestão e de natureza quente como o chocolate, ou feijoada ou biscoitos com recheio de chocolate  ou churrasco ou sandwiches como hot dog, x burguer, etc; os quais são todos muito calóricos e de difícil digestão. Veja também que o primeiro ingrediente do chocolate é açúcar, o qual é altamente energético e com calorias vazias, o segundo e o cacau, que também é energético e o terceiro e a gordura vegetal, que também é energético. Realmente precisa tanta energia e calorias no verão? Vai esquentar mais seu corpo quando lá fora as temperaturas são de 30 °C.


Então, dá para perceber, que a maioria das pessoas come por costume, e não porque realmente precise.  O chocolate é bom para o inverno, mais estamos falando do verdadeiro chocolate, não a imitação que é cheia de calorias e gorduras. Então, antes de comprar o chocolate, pense bem se é isso que você quer..porque está comprando? vai realmente satisfazer o seu corpo? ou vai satisfazer alguma coisa doce que está faltando na sua vida? Tome consciência e espero que tome a melhor decisão.

E importante dar uma observação ao respeito do consumo, porque se pelas qualidades nutricionais gostaria de consumir o verdadeiro chocolate  todos os dias ou alguns dias por semana, mesmo em verão, consuma ele nas horas de manhã ou á tarde-noite, somente um ou dois pedacinhos sozinho, que seja sem leite e sem açúcar, que seja amargo e escuro...e assim seu corpo vai agradecer.

E igualmente, se for uma pessoa que trabalha com atividade física intensa ou desgaste físico muito forte, até e recomendável consumir produtos energéticos como o caso do chocolate, tudo depende da atividade física que faz e o estado da pessoa tanto física como emocionalmente.

Vou terminar deixando uma lista dos chocolates que sãos os mais saudáveis para ser consumidos:

- Olvebra: Chocosoy dark: São chocolates a base de soja e 50% de cacau. Não contem leite, açúcar nem gorduras vegetais hidrogenadas. Pode achar nas lojas do Mundo verde ou lojas de alimentos naturais.
- Ouro moreno: Tem varias opções sem lactose, glutem ou derivados de soja. Também tem 100% orgânico. Pode achar nas lojas de produtos naturais como Mundo Verde.
- Hershey Especial Dark”, “Extra Dark” e “Cacao Reserve”: E um chocolate que pode encontrar em super mercados e o percentual de cacau é de pelo menos 60%.
- Lindt:  Em especial os chocolates escuros como a linha “Dark” onde a concentração de cacau pode variar de 48% a 85%.
- Nibs de chocolate: E o cacau mais puro e o ideal para ser consumido. Pode encontrar direto com os produtores, ou nesta loja virtual: http://www.dietacrua.com.br/cacau-cru-280.html

Namaste!

Nenhum comentário:

Postar um comentário